quarta-feira, 8 de maio de 2013

A Importância dos aportes... - Por Fábio Biral


Esta semana, um dos sócios da Miura Investimentos, Mladen Dragosavac, fez uma simulação interessante sobre a melhor forma de realizar um investimento. Abaixo o texto produzido por ele:

Uma das máximas usada em educação financeira diz que "poupar é mais importante do que investir". Em outras palavras, isto quer dizer que ter uma regularidade de aportes nos investimentos, poupar mais dinheiro e investir por mais tempo é muito mais importante para o sucesso financeiro do que dar uma “grande tacada” e escolher a melhor aplicação disponível no mercado. A maioria das pessoas se preocupa demais com a parte técnica do investimento, se um é melhor que outro, mas não se preocupa com o estágio anterior a esse, que é o planejamento financeiro! Para demonstrar a importância do tempo e do aporte mensal para seu investimento fizemos duas simulações. As duas tem o mesmo rendimento anual (15%), imposto de renda (15%) e Inflação (6% a.a.), a diferença fica na forma como a aplicação é feita. Na tabela abaixo o Investimento inicial foi de R$50mil, sem aportes mensais:


Podemos notar que em 5 anos de investimento apenas 26,15% do patrimônio são explicados pelos juros da aplicação, já se pensarmos em 20 anos essa porcentagem aumenta para 70,26%! Muitos investidores se decepcionam por isso, investem dois, três anos e não enxergam o patrimônio aumentando vertiginosamente, porém são os juros sobre juros ao longo do tempo que fazem essa mágica acontecer. Na segunda tabela não vamos fazer investimento inicial algum, apenas aportes mensais de R$1 mil:


Nesse caso notamos que os aportes tem um peso maior no patrimônio. No quinto ano os juros representam 14,07% do total da aplicação e aos 20 anos essa porcentagem aumenta para 43,55%. Porém repare no tamanho do patrimônio, na primeira simulação terminamos o quinto ano com R$67.707,00 e na segunda R$79.243,00. Já se adicionarmos tempo à simulação, no primeiro caso em 20 anos terminariamos com R$168.118,00 e no segundo, com aportes mensais, R$721.790,00! Além de, obviamente, o investidor mais disciplinado, que faz aportes mensais, reunir mais dinheiro que o investidor não tão empenhado assim, que investe esporadicamente, quem tem mais disciplina tende a escolher o melhor investimento, segundo o professor de finanças da FGV, William Eid. “A pessoa que é disciplinada, quando junta dinheiro escolhe melhor o investimento. Isso porque ela vai reavaliar o investimento de tempos em tempos para ver se aquela aplicação ainda é a mais rentável em determinado momento. O investidor desorganizado escolhe uma aplicação, mas não pensa mais nela, esquece de fazer os aportes e não faz uma revisão de meses em meses”, avalia.

O estudo é interessante, pois quebra o paradigma de que pessoas sem um alto montante acumulado não podem investir. Muito pelo contrário, a melhor estratégia é a dos aportes regulares. É importante destacar também a importância do tempo no investimento, quanto maior o prazo, mais tempo o juros irá “trabalhar para você”. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário